domingo, 13 de março de 2011

A Trupe


Ontem de manhã aconteceu na Fundação Casa das Artes o primeiro dos oito encontros, chamados Diálogos Culturais, que antecedem a Conferência Estadual “Cultura para o Rio Grande Crescer”, que será em Santa Maria, nos dias 29 e 30 de abril.
Presença do secretário adjunto da Secretaria da Cultura do Estado, Jéferson Assumção e comitiva, além de secretários, diretores, delegados e agentes da cultura, representando os 109 municípios abrangidos pelo primeiro encontro dos “Diálogos Culturais".

. . .

Música, sete artistas de jeans, azul e branco, alguma maquiagem e o hall de entrada da Casa das Artes. 15 minutos. E as pessoas não só pararam tudo pra olhar e fotografar, mas sentíamos que gostavam do que estavam vendo, dessa proposta diferente.

Duas semanas antes, em dois encontros na Aplausos, estudamos sobre movimentos, sensações, improviso, contato, peso, dança. Muito bem conduzidos pelo Cris, que trouxe a proposta das Intervenções Urbanas, unindo conhecimentos de seu último curso, DanceAbility. Lembramos e usamos as informações que já existe em nosso corpo. Corpo que dançou ou não, ballet, jazz, dança contemporânea, teatro.

O improviso é algo divertido, e exige concentração, conhecimento e criatividade. As coisas podem não sair tão bem quanto foi no ensaio. No nosso caso, dois ensaios, quando o Cris expôs suas idéias e combinamos os desenhos, as músicas, as sequências, os figurinos. O palco: o tapete, o chão, a porta, o balcão e a escada!

Nossa apresentação estava marcada para às 11h. Quando as pessoas saíssem do teatro para o coffe-break, encontrariam um monte de corpos na porta da Casa. Estávamos no segundo andar, nos maquiando e resolvendo cabelos, quando avisam que o pessoal já estava saindo...

Bom, descemos e deitamos no tapete! E pode largar a música! Improviso.

Foi muito bom. Depois de tudo, tomamos um café, conversamos com algumas pessoas, e percebemos que o resultado agradou. Acredito que agradou bem mais a nós, artistas. Que tivemos essa coragem de fazer, e que vamos continuar.

Ed, agora você pode dizer que dançou. E Rô, pra nunca mais descer do palco! E esperamos a Amanda e a Pati pras próximas!

Muito bom ter amigos com talento e conhecimento, e a oportunidade de trabalhar junto, aprendendo e se divertindo!

Elenco: Amábile Deretti, Camila Arioli, Cristian Bernich (direção), Deise Ceccagno, Edson Possamai, Rosane Marchetto, Suelen Maia.

E a participação especial da Daiana apertando o play/pause no aparelho de som!

As fotos são de Ieda Beltrão, exceto a última.








Um comentário:

  1. Lindo!!!!A Trupe vai voltar para provocar,encantar e apaixonar o público.Bjs

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.